Conteúdo para toda família

MOSTRE- ME

A  SUA DOR

O médico Dimas Carloni apresenta a inovadora Termografia Médica que faz diagnósticos em várias áreas como  estudo da dor, inflamação, perfusão tecidual e microcirculação atividade metabólica e sistema nervoso simpático

Uma nova e moderna tecnologia atualmente disponível em apenas algumas capitais brasileiras agora pode ser realizada em Guaxupé: a termografia médica. O médico Dimas Carloni, especialista em Reumatologista e especialista em Termografia e Termologia Medica pelo Hospital das Clinicas de São Paulo - USP, trouxe essa tecnologia  para atender a região. Ele explica que esta técnica de diagnóstico por imagem se encontra ligada diretamente a um novo ramo da medicina chamado de Medicina Regenerativa.

“Trata-se de uma nova área da medicina voltada para otimizar a capacidade do próprio corpo a regenerar órgãos e tecidos. Tem como base principal os novos conhecimentos sobre as células-tronco e sua capacidade para se tornar células de diferentes tecidos”, explica.

Por meio de imagens e registro gráfico a Termografia permite o mapeamento da distribuição de temperatura da superfície da pele, usando um aparelho infravermelho de alta sensibilidade. O aparelho produz imagens técnicas, detecta a radiação infravermelha (calor) emitida pelo corpo, que reflete seu funcionamento. Uma região anormal é identificada conforme seu brilho.

Segundo o especialista, o exame não apresenta nenhum risco, sem contato, indolor e sem utilização de contraste. “Devido sua alta precisão e grandes áreas avaliadas em um único exame de corpo total, faz da termografia infravermelha um meio diagnóstico muito útil para o médico na hora de diagnosticar, tratar, monitorar a evolução e fazer prognósticos”.

Devido sua capacidade de identificar a origem da dor, isto é, o ponto alvo do tratamento dela, a Termografia é muito valiosa para o médico no diagnóstico, tratamento e monitoramento de processos inflamatórios, como feridas, artrites, tendinites, disfunções miofasciais, neuropatias (radiculopatias, neuropatias periféricas, síndrome do desfiladeiro torácico, fibromialgia), disfunções vasculares e lesões musculoesqueléticas (hérnias discais, lesões em chicote, lesões musculares, entre outras).

Dimas Carloni explica que a Termografia Médica fornece um mapa térmico digital de todo corpo em que padrões anormais de emissão de calor são identificados na imagem e interpretados por um médico.  “Estes padrões podem ser encontrados em fases muito precoces de uma doença e servir de bandeira vermelha para alertar ao médico de alguma doença ou anormalidade inicial. Motivo pelo qual o exame é amplamente utilizado no exame admissional nas empresas

É um exame simples de ser realizado no paciente, mas é fundamental que a análise dos resultados seja feita somente por especialistas.

 

 

Contraindicações

 

O especialista explica que não existe contraindicação. Crianças, gestantes e idosos estão aptas a realizar a termografia sem oferecer nenhum risco à saúde, pois neste exame não existe radiação e sim captação de calor.

 

O que a termografia pode identificar

 

- Diagnóstico de dores e inflamações — eficaz no estudo diagnóstico das dores de coluna, pescoço e das articulações, enxaquecas e outras síndromes dolorosas, especialmente crônicas que não respondem ao tratamento.

 

Detecção de doenças nos estágios iniciais — o exame pode avaliar e identificar disfunções na tireoide, vasculares, artrites, problemas da articulação temporomandibular (ATM), alterações cardiovasculares através do teste endotelial, recomendado nas diretrizes brasileiras de hipertensão arterial desde 2006, para identificação de lesões em órgãos alvos entre outros.

 

- Fibromialgia — é um meio de documentação das alterações neurovegetativas (autonômicas) que acompanham a síndrome fibromiálgica. Mas especialmente as alterações associadas à fibromialgia, como a síndrome dolorosa miofascial e tendinopaitas, bem como auxiliar no diagnóstico diferencial com artrites e outras doenças endócrinas e reumatológicas, servindo de apoio na documentação para fins periciais.

 

Avaliação Postural — o exame já é amplamente utilizado por profissionais do esporte, professores de educação física, fisioterapeutas, quiropraxistas, e na área da medicina ocupacional em guaxupe e região. O exame permite avaliação de taxa metabólica, classificação  de esforço pelo VO2, caracterização de sedentarismo, níveis de condicionamento físico , tratamento corretivo postural e lesões musculares.  Em se falando de medicina do trabalho, o mesmo é  utilizado nas empresas para exame admissional.  O exame de fácil e rápida realização, evidencia sobrecargas biomecânicas e ergonômicas relacionadas ao trabalho, mostrando aumento de atividade miofascial que se reflete com alteração térmica em grupos musculares específicos, definindo quais as cadeias miofasciais mais acometidas e sua relação com outras alterações dolorosas p.ex.

 

Detecção de risco de câncer de mama — a termografia está se tornando um procedimento adjuvante na detecção do câncer de mama, porém não isoladamente, i.e., junto com avaliação clínica e outros exames radiológicos e ultrassonográficos tradicionais quando necessário.

 

CURIOSIDADE

 

Essa técnica foi criada como estratégia de guerra. Os sistemas de imagem por infravermelho foram originalmente desenvolvidos para uso militar nos anos 50, numa primeira tentativa de proporcionar uma vantagem para as tropas poderem se movimentar à noite e estar à frente dos demais. A técnica só foi usada para fins de diagnóstico de doenças a partir de 1957, quando o médico canadense Dr Ray Lawson descobriu que tumor maligno de mama apresentava diferença de temperatura na pele em relação a uma mama com tecido normal.

 

CONSULTORIA

 

Dr. Dimas Carloni

CRM 20.162

Rua Tiradentes , 217

Telefone: (35) 3551-6588

Guaxupé - MG

 

 

 

 

INSTAGRAM

Curta esta página no Facebook

Poste no seu Twitter

© EDITORA MÍDIA LTDA | Av. Conde Ribeiro do Valle, 255 | 2º Andar | Sala 8

Telefone: (35) 3551-2040 | Cep 37800-000 |  Guaxupé | MG